top of page
Buscar

Gutemberg Pereira abre o jogo sobre o Pan, fala da saúde mental, e aponta favoritos para o ADCC


Gutemberg Pereira é faixa-preta de Jiu-Jitsu e treina com os irmãos Mendes
Gutemberg Pereira dominou o absoluto do Pan, após finalizar Marcus Scooby. Photo: Mendes Bros

 

Atual campeão absoluto do Pan-Americano e Europeu, Gutemberg Pereira está uma sequência vitoriosa na carreira dentro da IBJJF. Desde que mudou para Arto of Jiu-Jitsu, em novembro do ano passado, o atleta fez 16 lutas, tendo 14 vitórias, apenas um empate e uma derrota. São estatísticas que mostram que a mudança o campeão fez, recentemente, está gerando frutos.

 

Das suas 14 vitórias, somente em seis ocasiões Gutemberg conseguiu finalizar, tendo destaque para os ataques de triângulo e estrangulamento pelas costas. O aumento dos ataques de costas acontece justamente pelo jogo de guarda com lapela que “Guto” voltou a fazer, e agora lapidado pelo professor Guilherme Mendes.

 

Gutemberg conversou sobre suas recentes performances e atribuiu suas vitórias no Pan-Americano de Jiu-Jitsu 2024 aos conselhos do seu novo professor, Guilherme Mendes, tetracampeão mundial e líder do time da AOJ.

 

“As coisas que o professor (Guilherme) mais me fala aqui é sobre atitude. Atitude de luta. Sempre quando a gente conversa, ele repete isso para mim. Ele quer me ver com muita atitude de luta, muito porque, ele confia no meu jogo e sabe se eu conseguir ter atitude de luta que eu tenho no treino, eu vou conseguir impor meu jogo e vou conseguir ter uma boa performance”, reflete Gutemberg, em entrevista ao jornalista Vitor Freitas, do canal VF Comunica.

 

Gutemberg também enfatiza a importância do suporte psicológico em sua jornada. Ele trabalha com um psicólogo para ajudá-lo a lidar com os momentos de pressão e a manter uma mentalidade vencedora.

 

“É um trabalho muito bom e muito leve. Esse preconceito com a terapia, com o trabalho psicológico, vem diminuindo bastante e até rolou um “boom” no futebol, pois eles estão falando muito sobre esse trabalho. O meu psicólogo tenta sempre me fazer enxergar quem eu sou, enxergar o meu próprio potencial e ele usa a metáfora do espelho. Ele sempre usa essa metáfora comigo. O objetivo é fazer eu enxergar todo meu potencial e conseguir colocar para fora na hora que for preciso”, reflete o atleta.

 

O campeão também conversou sobre o ADCC, revelou que tem tido algumas conversas com Mo Jassim, organizador chefe do evento árabe, e apontou três nomes que podem ser os próximos campeões absoluto do torneio, agendado para agosto.

 

“Nicholas, Kaynan e Victor Hugo são três caras favoritos para ganharem o absoluto do ADCC. Eu acho que o Kaynan e o Nicholas tem o jogo mais propício para aguentar aquela maratona. Você vê o VH fazendo muita guarda, e fazer guarda sem kimono desgasta você bastante, ainda mais a guarda dele, que é uma guarda flexível. Não sei como vai ser isso, mas assistindo como expectador, um cara que estuda Jiu-Jitsu, vejo o jogo do Kaynan e do Nicholas muito propício a isso. Eles são favoritos ao título absoluto”, encerra.  

Comments


bottom of page