top of page
Buscar

Marco Queiroz, Felipinho e mais cinco prontos para o Curitiba Open de Jiu-Jitsu


Marco Queiroz está embalado nas disputas sem kimono. Foto: Milena Maldonad

A Pirâmide Grappling vai em busca do topo no Curitiba Open de Jiu-Jitsu Sem Kimono neste domingo, dia 20 de março, em Curitiba, no Paraná.


O time, liderado por Marco Queiroz, está escalado com cinco faixas-pretas e um faixa-marrom na divisão de adultos. Felipe Machado, Lucas Queiroz, Thiago Luiz, Danilo Souza, além do próprio Marco e o colorida Renzo Gutyers.


“O nível dos treinos está intenso e bem alto por conta dos integrantes da equipe. É muito difícil ter aquele parceiro de treino que, geralmente, usamos para descansar (risos)”, conta Marco.


Com renovações no elenco principal da equipe, Marco destaca Felipinho como novo prodígio da equipe. Além das diversas medalhas de ouro conquistadas na faixa-marrom e uma semifinal de seletiva do ADCC no currículo, o jovem atleta vai fazer sua estreia como faixa-preta na divisão peso-pena.


“Felipinho aumentou nosso time de faixas-pretas, ele foi o sétimo atleta a ser graduado na equipe. Ele é um atleta muito versátil e finalizador, podem ficar de olho que ele sempre faz boas lutas e tem um arsenal vasto de finalizações”, detalha o professor.


Marco aproveitou para analisar o grappling no Brasil e ressaltou a importância de eventos como o BJJ Stars usarem as regras do ADCC nas disputas sem kimono.


“As regras do ADCC são mais atrativas que as IBJJF pro público expectador de lutas. Elas obrigam todos os atletas a darem um show e não parar de ir pra frente, tirando aquela “enrolada” que geralmente são usadas nos outros torneios, através de punições durante o combate.”, encerra o professor.

Comments


bottom of page