top of page
Buscar

Pedro Rocha almeja grantes títulos no grappling em 2023


Pedro Rocha conquistou a primeira medalha ao lado do irmão em 2023. Foto: Arquivo Pessoal

Pedro Rocha abriu a temporada de competições na IBJJF com duas medalhas de ouro. Primeiro, conquistou o título no Austin Open no peso pesado e no absoluto, ao fechar a final com seu irmão João Gabriel. Uma semana depois, voltou a conquistar a medalha de ouro no Oklahoma City Open.


Faixa-preta de Jiu-Jitsu desde 2019, Pedro quer acumular experiências em campeonatos menores para brilhar em torneios com mais expressão, como Mundial Sem Kimono, Pan-Americano Sem Kimono e seletivas do ADCC.


Pedro analisa sua performance, aponta em que partes ainda tem que melhorar para chegar no mais alto nível da sua forma de lutar.


“Eu fui bem, mas com certeza estou longe do meu 100%. Continuo treinando bem forte há um tempo, não parei de treinar no ano novo e natal. Quero ficar mais ativo, fortalecer minhas armas fortes e diminuir qualquer chance de erro. Quero conquistar a seletiva do ADCC, vivo e acordo por esse sonho!”, analisa Pedro.

Pedro, praticante de wrestling desde novo, acredita que sua dedicação a esta modalidade o diferencia dos demais atleta.


“Eu treino a luta agarrada desde muito novo, o wrestling é uma arma muito forte no grappling. Meu treino sempre foi muito puxado, duro e complicado, por isso faz diferença na elite. Eu ajudei atletas do MMA como Jose Aldo, por exemplo, em algumas de suas lutas. Essa experiência agrega bastante para eu me destacar!”, comenta Pedro.




コメント


bottom of page