top of page
Buscar

"Tropeço", Amorim e Betta: novas jóias da faixa-roxa

Rio Winter da CBJJ, realizado há duas semanas, celebrou a renovação da faixa-roxa no cenário competitivo


Henrique Betta foi um dos destaques do Rio Winter na faixa-roxa

Como os mais antigos gostam de dizer, é na faixa-roxa que você começa a enxergar as futuras estrelas que serão destaques na faixa-preta um dia. E foi assim que pudemos observar a nova safra de ótimos lutadores que estão surgindo na faixa-roxa ao cobrir de perto o Rio Winter da Confederação Brasileira de Jiu-Jitsu (CBJJ), encerrado há duas semanas, em Deodoro, no Rio de Janeiro.


A categoria pesadíssimo foi sem graça por um tempo, onde não era possível imaginar que atletas pesados pudessem ter um Jiu-Jitsu bonito como, por exemplo, Marcus Buchecha fez, ao longo de sua jornada nos Mundiais. O guardeiro Helder Tropeço foi o destaque da divisão mais pesada e, de quebra, ainda faturou o absoluto. O atleta da Vision BJJ mostrou um jogo de guarda agressivo com raspoagens e ataques no pé, partindo da guarda 50/50.


Entre os pesados, destaca-se Henrique Betta (Clube Feijão) que reside e treina em Maringá, no Paraná, sob a tutela de Rodrigo Feijão. No Rio Winter, ele foi destaque ao fechar sua categoria com Leon Mendonça, seu parceiro de equipe. No absoluto, Betta fez sua jornada até as quartas de final.

Amorim depois de vencer Leonardo Neves nas eliminatórias do peso pluma

Na divisão mais leve, o peso pluma, Marcos Amorim (Gracie Barra) foi o campeão com autoridade. Na disputa final pelo ouro, ele venceu Johan Cavalcante (Atos), ao encaixar o estrangulamento e o adversário defender indo para fora da área de luta. Johan, vale citar, também mostrou ótima técnica nas suas lutas anteriores.

Matheus comemora após vencer a final

Já Matheus Dantas colocou seu nome no posto de nova joia da GFTeam, ao vencer no peso-pena, depois de fazer final com Leonardo Vilela (Vision). Matheus jogou de forma justa, sempre com posições fortes ao passar a guarda e usar raspagens.








Medalha de bronze na categoria, Arley "Bobby" merece uma menção pelo jogo refinado que mostrou durante o torneio. O pupilo de Felipe Preguiça protagonizou lutas memoráveis, seja lutando por baixo ou atuando por cima. A categoria teve Rubens Nascimento (Nova União) como campeão.



コメント


bottom of page